Professor de artes marciais é tetracampeão da categoria comunidade, no Borel De Braços Abertos

O campeão Uidson Alves. Foto: Albert Andrade

Aos 34 anos de idade, o lutador de artes marciais Uidson Alves é uma das pessoas mais conhecidas pelo Borel. Durante seus treinos de corridas pelos becos e ruas utilizando calções de boxeador e sua irreverência, a popularidade e o reconhecimento de outros moradores tenderam a aumentar. Somado a isso, Uidson, que também é professor e dá aulas gratuitas de várias modalidades (judô, boxe, jiu-jitsu e muay thai) em seu projeto social autoral, sagrou-se tetracampeão da categoria “comunidade” do Projeto De Braços Abertos, que ocorreu no último dia 21 de julho, no próprio Borel.

O lutador comentou sobre a importância do projeto dentro da comunidade do Borel. “Tem muita gente aqui dentro que procura e precisa de iniciativas como essa. Eu também tenho um projeto social e dou aula a vários jovens e crianças que querem aprender artes marciais. Então eu sei como é. O incentivo à comunidade é muito importante, esporte é saúde, é cultura, é conhecimento. Um projeto como o De Braços Abertos ajuda a quebrar barreiras também, pois une o pessoal da Casa Branca, que é outra facção, conosco”.

No DBA os primeiros colocados (masculino e feminino) na corrida de 5km que sejam moradores da comunidade sede, ganham apoio do programa social Adote um Atleta, que fornece materiais esportivos e assessoria de treinos durante um ano. Com mais uma vitória dentro de sua categoria, Uidson garantiu a premiação exclusiva novamente e vibrou:

No centro do pódio, Uidson Alves garantiu o Adote um Atleta mais uma vez. Foto: Albert Andrade

“Eu queria esse tetra aqui na minha comunidade e já estava até imaginando a voz do Galvão Bueno gritando ‘é teeeetra’ para mim. Estou bem feliz com esse resultado positivo de novo. A ajuda do Adote um Atleta é benéfica para mim. Ganho calções, camisa, tênis, orientações, então é bem importante. Por enquanto, só corro provas de 5km ou 10km, mas já estou pensando em fazer uma meia maratona”, assume.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *