Alex Hann é policial e participou da 1ª edição do projeto no Vidigal. “Conheci a comunidade da melhor maneira, praticando esporte próximo da população”

Alex Hanna el Hage, 24 anos, é policial e participou da primeira edição a corrida Vidigal de Braços Abertos, quando era aluno da academia.

“Eu nunca tinha ido ao Vidigal, achei interessante pois pude conhecer a comunidade da melhor maneira, praticando o esporte e estando  próximo da população. Pelo olhar dos moradores nós éramos como heróis que estávamos de passagem.

Nunca a comunidade havia recebido um evento de grande proporção.

Vou retornar para a nova edição da corrida pois é uma oportunidade ímpar esse tipo de evento.

O curioso é ver que as pessoas que se inscreveram na corrida tinham dificuldade no percurso pelo terreno com bastante subidas e descidas o que torna a corrida diferente de qualquer outra feita no asfalto.

Em determinados pontos do percurso era possível ver pessoas segurando no corrimão para conseguir subir, o nível de intensidade é bastante alto, quem quiser participar se prepare”, conta o policial.

Misael Santos é morador do Vidigal e atleta conhecido na comunidade. “Correr onde sou conhecido é muito especial”

Misael Santos Silva de Souza de 27 anos tem uma barraca que vende cachorro-quente no Vidigal e é conhecido por todo mundo da comunidade por ser também atleta que representa o bairro em diversas provas de corrida pelo país, mas sua relação com a prova do Projeto de Braços Abertos é especial. Leia a entrevista com o atleta:

“Eu fui criado no Vidigal desde pequeno e sempre morei e corri no bairro. Correr onde sou conhecido é muito especial, é excelente, todos no percurso gritam meu nome “Misaeeeeeeel”.

Já participei de todas as corridas do Projeto de Braços Abertos que tiveram aqui e com certeza vou correr agora dia 7 de junho, estou ansioso pra representar o Vidigal.

A corrida aqui é muito diferente porque tem mais garra, mais raça. As subidas desafiam o tempo inteiro e são muitos momentos de conflito entre o corpo cansado e a mente forte. Sempre é bom chegar ao final e pensar que me superei, por mais que eu treine os desafios são bem maiores, as escadas, as ladeiras.

Um momento engraçado

Em uma edição do Projeto de Braços Abertos uma amiga que nunca correu quis largar como os “quenianos” deu um pique e parou logo, passou mal e foi levada para o hospital.E até hoje chamo ela de Ana queniana..kkk”.

Oficina gratuita de fotografia. Mostre que você é bom de clique!

O fotógrafo oficial do Projeto de braços Abertos Vidigal vai ministrar uma oficina explicando as técnicas da arte de registrar os momentos para todos os interessados gratuitamente.

A oficina será dia 6 de junho às 14h na sede do Nós no Morro.

Traga sua câmera ou o celular e venha participar!

Mande seu nome completo para contato@institutoxterra.com.br

 

Crianças vão poder mostrar seu talento no futebol no Miragol!

A Mizuno fará uma ação descontraída para as crianças que estiverem presentes no sábado, dia 6 de junho, no Estacionamento da escola Stella Maris, um quadro com alvos que devem ser acertados com bolas de futebol. Cada alvo vale um determinado número de pontos e a criança que tiver mais pontos ao final da brincadeira vai ganhar prêmios como, mochila, camiseta e boné.

Oficina de grafite gratuita com o artista Marcelo Lamarca. Inscreva-se!

Dia 6 de junho o artista Marcelo Lamarca vai dar uma oficina de grafite apresentando as técnicas e formas de se fazer o grafite com arte e criatividade. Você só precisa ir com sua alegria na Praça dos Azulejos no Vidigal às 10h.

Mande seu nome e idade e inscreva-se pelo e-mail contato@institutoxterra.com.br

Etapa Vidigal será dia 07/06. Inscrições esgotaram em menos de uma hora

VIDIGAL RECEBE PROJETO DE BRAÇOS ABERTOS PELA QUARTA VEZ NO DIA 7 DE JUNHO

Ação leva esporte e cidadania a regiões pacificadas do Rio de Janeiro

O Vidigal recebe pela quarta vez, no dia 7 de junho, uma etapa do Projeto de Braços Abertos, verdadeira festa do esporte e da cidadania. As inscrições para a corrida de 6km e corrida infantil foram abertas no dia 27 de maio e esgotaram e menos de uma hora.

O projeto faz parte de uma política de aproximação, usando o esporte como plataforma para unir a comunidade ao carioca que nunca teve a oportunidade de visitar uma comunidade. Além de dar chance aos participantes de conhecerem uma das vistas mais lindas do Brasil.

A inscrição é solidária e o atleta deve trocar 2kg de alimentos não perecíveis para ganhar seu kit, com camiseta, boné e sacola no dia 6 de junho.

“O sucesso vem da participação da Upp local em conjunto com comunidade, que se empenham em mostrar que ali é um bairro como outro qualquer e que os moradores recebem todos com muita alegria.”, disse Bernardo Fonseca, diretor do Instituto XTERRA, empresa que organiza o Vidigal de Braços Abertos.

“O Rio de Janeiro é a capital do esporte no Brasil, e ver o Projeto Braços Abertos efetivo nas comunidades é muito bom e de suma importância. Ser parceiro de ações como essas nos transfere também a responsabilidade de incentivar a prática esportiva e promover ferramentas para a mudança de cultura nas comunidades”,  Rogério Barenco, gerente geral da Mizuno Brasil.

O projeto de Braços Abertos já tem quatro anos e passou pelas comunidades da Rocinha, Manguinhos, Borel, Jacarezinho e Santa Marta.
Corrida infantil

Para as crianças, o evento oferecerá uma corrida infantil com participação gratuita. As idades variam de 1 a 12 anos, assim como o percurso de cada categoria.

Ações culturais

O Projeto de Braços Abertos vai além do esporte e  também leva ao Vidigal concursos de fotografia e grafite – Fotografe Esta Ideia e Grafite Seu Esporte. Ambos distribuirão premiações em dinheiro para os melhores trabalhos (1º – R$ 500, 2º – R$ 200 e 3º – R$100). As inscrições para os concursos poderão ser feitas pela página virtual do evento (vidigaldebracosabertos.com.br).

Oficina de capacitação profissional

Moradores serão capacitados para trabalhar em eventos esportivos e poderão mostrar o aprendizado recebido durante a corrida, recebendo um certificado ao final do evento.

Ação Miragol

A Mizuno fará uma ação descontraída para as crianças que estiverem presentes no local de retirada de kits no sábado, dia 6 de junho, no Estacionamento da escola Stella Maris, um quadro com alvos que devem ser acertados com bolas de futebol. Cada alvo vale um determinado número de pontos e a criança que tiver mais pontos ao final da brincadeira vai ganhar prêmios como, mochila, camiseta e boné.

O Projeto Vidigal de Braços Abertos tem o patrocínio da Embratel, Light, Secretaria de Esporte da Cidade do Rio de Janeiro e apoio de Mizuno, Maçãs Turma da Mônica, além de apoio institucional da Rede Globo no Rio e do projeto Eu Atleta.

O evento é realizado pela União de Polícia Pacificadora (UPP) em parceria com o Instituto XTERRA.

Inscrições e Cronograma:

As inscrições para o Vidigal De Braços Abertos serão abertas dia 27 de maio às 12h aqui pelo site.

MORADORES PODEM SE INSCREVER NOS PONTOS FÍSICOS:

Container da UPP próximo ao Arvrão
Associação de Moradores do Vidigal

Entrega de Kits: será realizada no dia 6 de junho, das 9h às 18h, mediante doação de 2kg de alimentos não perecíveis.

Largada: marcada às 8h do dia 7 de junho, com a Mini Corrida às 9h45, após a premiação das categorias principais (Rua Presidente João Goulart, 686 – Vidigal)

Mais informações: www.projetodebracosabertos.com.br